You are currently viewing Diante de situações que provocam decepções, tristezas e frustrações

Diante de situações que provocam decepções, tristezas e frustrações

Diante de situações que provocam decepções, tristezas e frustrações, a Oração se mostra muito mais importante do que se imagina. Nas relações pessoais e com Deus, o hábito da oração se mostra de grande valor.

Qual é a importância da oração em momentos de crise pessoal ou quando há decepções grandes?

É a oração que pode devolver a calma que se afundou no caos, prover direção em meio à confusão, trazer de volta o equilíbrio perdido nas quedas, restaurar a esperança que se foi ou a cura em meio à dor. É, também, a oração um dos elementos que afina as percepções espirituais (outros são o estudo da Palavra de Deus e o serviço ao semelhante) e que ajudam a identificar saídas onde antes só haviam portas fechadas.

Mas a oração, em lugar de ser um evento, precisa ser um hábito de vida. Não que Deus não possa ouvir orações eventuais (há vários exemplos deste tipo de oração na Bíblia). É que essas orações podem até mudar as circunstâncias, mas, geralmente, não mudam a vida, não produzem salvação, vida eterna. A exceção fica para o ladrão na cruz, que resolveu a vida com uma só oração, mas que também foi a última. É que ele não estava mais orando para resolver as encrencas aqui de baixo. Ele agora queria salvação eterna, e isso ele ganhou.

Mas a oração não é uma ajuda?

Por outro lado, tem gente que está atrás apenas de uma ajudinha para sua vida, e do seu jeito, mas não de uma transformação de vida. Não é uma busca por vida eterna. Nesse caso, eu procuro a Deus quando preciso, e se acho que não necessito, Ele fica lá, à disposição. Isso parece muito conveniente. Um Deus apenas servo da minha necessidade é um deus da minha criação, que não corresponde em nada ao Deus da Bíblia, Criador e Mantenedor do universo, o Juiz de toda a terra.

Equipe Biblia.com.br

Deixe um comentário